Publicado em: 18 de março de 2021

Aposentado convoca idosos a se vacinarem contra a covid-19 em Caxias

“Tô feliz porque me vacinei… E convido meus amigos para se vacinarem… Pra gente se livrar totalmente dessa pandemia sem vergonha”.

A mensagem é do aposentado Josias Viana, um simpático vôzinho que mora em Caxias (MA). O vídeo foi divulgado em grupos de WhatsApp, e viralizou pela expressão usada pelo aposentado para classificar a Pandemia do novo coronavírus. Nas palavras do seu Josias ela é uma pandemia “sem vergonha”.

E que não escolhe vítimas. Já matou 287 mil pessoas em todo o Brasil; no Maranhão já são 5 mil 603 mortes por covid-19. Entre idosos, jovens, profissionais de saúde, sedentários e pessoas com histórico de prática de atividades físicas.

A epidemia “sem vergonha” em Caxias
Desde o início dessa “pandemia sem vergonha” – parafraseando o Josias – Caxias registrou 7 mil 527 casos de pessoas infectadas pelo coronavírus, 7 mil 030 pacientes já foram recuperados após tratamentos, uma taxa de recuperação superior a 93%. 

Infelizmente, 161 pessoas morreram (dados de 18 de março); Mais de 80% das vítimas eram idosos, de acordo com dados da vigilância epidemiológica do município.

A Cidade teve, nos últimos dias, ocupação dos leitos em 100%, fila de espera por vagas em leitos-covid de enfermarias e UTI, e mensagens do prefeito de Caxias, Fábio Gentil e do presidente da Câmara Municipal, Teódulo Aragão, implorando para que a população siga os protocolos de saúde para conter a disseminação do vírus e evitar que o número de pessoas que necessitam de hospitalização não cresça, evitando assim um colapso na rede de saúde municipal.

Vacinação em Caxias
O vídeo do seu Josias foi gravado no Ginásio João Castelo, local onde a vacinação acontece em Caxias, de segunda a sexta-feira, de 8h da manhã às 5h da tarde.

Seu Josias faz parte do grupo de risco e prioritário de 73 anos ou mais, que é o grupo que atualmente está sendo imunizado no município de Caxias. Sem sair de casa há meses, Josias disse que aguardava ansioso pela vacina e se mostrou preocupado com as notícias de aglomerações em todo lugar.

A cidade do leste maranhense tem 165 mil habitantes e, até agora, só recebeu 14 mil 482 doses de vacinas contra a covid-19, das quais 12 mil e 809 doses já foram aplicadas (88%). A expectativa da Secretaria de Saúde de Caxias é vacinar mais de 17 mil Idosos.

A vacinação em Caxias foi iniciada no dia 19 de janeiro, começando pelos profissionais da saúde, idosos em instituição de longa permanência e pacientes com câncer. No dia 15 de fevereiro começaram a ser vacinados os idosos, o primeiro grupo prioritário foi o de 90 anos de idade ou mais.

Decreto Municipal
Desde o dia 05 de março, Caxias tem Decreto com restrições para o funcionamento de comércios, eventos e instituições de ensino. No último dia 15 de março o decreto foi editado com restrições que ficaram mais rígidas. Bares estão proibidos de atender presencialmente. 

A fiscalização do cumprimento do decreto está acontecendo com apoio do Ministério Público Estadual, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Delegacia Regional de Polícia Judiciária, Procuradoria Geral do Município, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Defesa Civil, Secretaria de Governo, Vigilância Sanitária Municipal, Guarda Municipal e ASCOM.

Compra de vacinas
O prefeito Fábio Gentil sancionou uma Lei Municipal que garante à Prefeitura de Caxias a autorização para adquirir vacinas contra a covid-19, além da entrada no Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras.

Com a Lei, a Prefeitura espera adquirir doses que possam garantir a cobertura vacinal no município, já que as vacinas enviadas em remessa pelo Governo Federal estão chegando num ritmo lento. A lei permite ainda a compra de medicamentos, insumos e equipamentos na área da saúde voltados ao combate à pandemia do novo coronavírus

Por Hudson Braz/Portal Guanaré

Comentários

Um comentário em “Aposentado convoca idosos a se vacinarem contra a covid-19 em Caxias

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *