Publicado em: 20 de setembro de 2020

Fiscais interditam queijarias com produção clandestina

Fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), interditaram duas queijarias clandestinas no município de São Miguel. A operação ocorreu na quinta-feira (17). Na ocasião, foram destruídos 1,7 mil litros de leite e 152 quilos de queijos impróprios para o consumo. Toda a mercadoria era comercializada em São Miguel (TO) e também no município maranhense de Imperatriz.

A inspeção da Adapec ocorreu após denúncias anônimas de que os proprietários destas queijarias produziam alimentos de forma clandestina para comercializar naquela região. O proprietário da primeira queijaria informou que não possuía registro de inspeção.

O primeiro estabelecimento fiscalizado não possuía máquina de pasteurização (obrigatória para a produção), fazia uso de bomba não sanitária em contato direto com a matéria-prima, utilizava utensílios de madeira na sala de produção e não possuía controle integrado de pragas.

O proprietário da primeira queijaria informou que não possuía registro de inspeção. Já na segunda queijaria fiscalizada, os inspetores identificaram indícios de produção de queijo em condições precárias de higiene.

Os proprietários foram autuados em R$ 7 mil cada um por serem reincidentes e por descumprimento de legislação, uma vez que os mesmos já haviam sido interditados em 2016 e 2017 e não se regularizaram.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *