Publicado em: 13 de junho de 2020

Cauê Moura encerra Ilha dos Barbados após denúncia contra PC Siqueira

O youtuber Cauê Moura anunciou na madrugada desta sexta-feira, dia 12, o fim do canal Ilha de Barbados após PC Siqueira, parceiro na produção de conteúdo do canal, ser acusado de pedofilia por uma conta no Twitter.

Em post, Cauê disse ter sido pego de surpresa com a história envolvendo o amigo e afirmou que não tem mais sentido continuar com o canal.

Assim como vocês, tomei conhecimento do caso envolvendo o PC por meio das redes sociais. Fiquei completamente chocado. Mantive o silêncio até agora, mas o benefício da dúvida se esgotou. Que todos os envolvidos sejam submetidos à lei. Que essa criança seja salva com urgência. No momento, eu e Rafinha [Bastos] não vemos mais sentido em seguir com as atividades do Ilha de Barbados. Estamos perplexos e decepcionados, escreveu.

Rafinha Bastos, que também faz parte do canal, se pronunciou anteriormente, afirmando que também foi pego de surpresa e aguardava o desdobramento dos fatos, já que estava se sentindo com raiva e confuso.

Cauê Moura, Rafinha Bastos e PC Siqueira produziam juntos o canal com mais de um milhão de inscritos no YouTube.

Siqueira, que foi participante de O Aprendiz: Celebridades, afirmou que a acusação feita pelo mesmo perfil no Twitter que expôs uma conversa de Japinha, do CPM 22 com um garota de 16 anos de idade, se trata de uma mentira. Ele negou as acusações e afirmou que está sendo vítima de fake news e de uma articulação criminosa.

Segundo o jornal Extra, a Polícia Civil de São Paulo está apurando as denúncias na web contra o youtuber. A investigação será por meio da 4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa, a DHPP.

 

 

Fonte: Estrelando

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *