Publicado em: 23 de março de 2020

Infectologista brasileira deixa hospital na Itália para combater coronavírus na Bahia

Após enfrentar o coronavírus na equipe médica do Hospital St Rafaelle, em Milão, a infectologista brasileira Renata Avila de Naves Mendonça foi convocada para trabalhar com o atendimento aos pacientes do Covid-19 no Brasil.

Renata teve que passar por uma barreira que incluía policiais e homens do Exército. “Só temos eu e minha mãe no trem. Passei por vários policiais. A todos mostrei minha convocação. Expliquei que tinha que voltar ao meu país para compartilhar as experiências boas e ruins que tive aqui.”

Por telefone, minutos antes de embarcar, Renata contou que recebeu a convocação de um hospital da rede privada para trabalhar no atendimento a pacientes infectados. Durante sua permanência na Itália, a médica contribuiu com informações para a equipe encarregada de lidar com o Covid-19.

“Difícil largar companheiros no meio de uma guerra. Deixei presentes que tinha comprado antes da situação chegar ao ponto que chegou. Deixei no subsolo para meus colegas. Não pude abraçá-los. Chorei muito. Mas estarei na linha de frente na minha terra”, finaliza.

Fonte: Direto da Redação com informações da Revista Exame

Comentários

2 comentários em “Infectologista brasileira deixa hospital na Itália para combater coronavírus na Bahia

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *