Publicado em: 11 de setembro de 2019

Governo articula novo banco para indústria de defesa

O governo articula a criação de um novo banco para atender à indústria de defesa com empréstimos, garantias e seguros de crédito à exportação. A instituição ainda não tem nome definido, mas é chamada extraoficialmente de Banco de Defesa Nacional.

Começará com 100% de aportes privados e terá como objetivo oferecer serviços financeiros que as empresas não têm conseguido obter em instituições privadas. As próprias empresas vão injetar recursos no banco e cabe ao governo fazer um papel de mobilização.

Os bancos nacionais têm pouca compreensão do setor estrangeiro sofrem restrições para apoiar o desenvolvimento de produtos que podem se transformar em concorrentes de suas empresas nos países de origem.

“Para oferecer todo o portfólio de serviços financeiros que bancos privados poderiam oferecer, mas não oferecem. E que os bancos públicos, por sua demora inerente, têm dificuldade de oferecer no curto espaço de tempo que essas operações necessitam”, destaca Marcos Degaut, um dos principais responsáveis pela implementação do projeto.

Fonte: Direto da Redação com informações do Valor Econômico

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *