Publicado em: 15 de abril de 2019

Brasileiros estão entre os 10 maiores consumidores globais de refrigerantes

Um novo estudo concluiu que as bebidas com adição de açúcar, entre elas os refrigerantes, aumentam o risco de morte prematura decorrente de uma série de doenças, como problemas cardíacos e alguns tipos de câncer. O estudo identificou uma ligação particularmente forte entre consumir esses produtos e o risco de morte precoce por doenças cardiovasculares e um “vínculo pequeno” com o câncer.

Os pesquisadores destacaram ainda que, apesar de o consumo de refrigerantes dietéticos ser menos arriscado, eles representam uma proporção relativamente pequena desse hábito. A ingestão global per capita desse tipo de bebida foi bem menor, de 3,1 litros por ano.

Mas quais são os países em que esse hábito é mais comum?

1. China – 410,7.

2. EUA – 356,8.

3. Espanha – 267,5.

4. Arábia Saudita – 258,4.

5. Argentina – 250,4.

6. Nigéria – 233.

7. Japão – 185,8.

8. Reino Unido – 168,3.

9. Turquia – 160,6.

10. Brasil – 114,6.

Uma das principais preocupações das autoridades de saúde é o efeito que as bebidas açucaradas têm em crianças e adolescentes. Os dados da OMS mostram que o número de pessoas obesas com idade entre 5 e 19 anos aumentou de 11 milhões em 1975 para 124 milhões em 2016.

Fonte: BBC

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *