Publicado em: 11 de março de 2019

Saiba o que é mito e verdade sobre a endometriose

Principal causa de infertilidade em mulheres, a endometriose atinge uma em cada cinco mulheres e provoca dores insuportáveis. A doença ocorre quando o tecido endometrial (que reveste a parede interna do útero) vai parar em cima de outros órgãos, como trompas, ovários, bexiga, intestino, fazendo com que a mulher menstrue também nesses locais. Sem o devido tratamento, o tecido pode crescer e se infiltrar nos órgãos devido ao próprio estímulo hormonal da mulher.

Endometriose não apresenta sintomas? MITO  

Vários sintomas podem demonstrar que a mulher tem endometriose, como cólica menstrual, dificuldade para engravidar, alterações intestinais durante a época da menstruação, dor para evacuar e até durante a relação sexual no fundo da vagina.

— Em 90% dos casos de endometriose as mulheres apresentam sintomas. A cólica é a principal, mais frequente. Geralmente, existe progressão da cólica a paciente vai tendo outro tipo de dor, como dor uma semana antes da menstruação e após a menstruação; dor na relação sexual porque encosta onde está o foco da endometriose; dor lombar e a mulher acha que é problema ortopédico; problema intestinal e dor que pode irradiar para coxa e perna e paciente acha que tem problema no ciático.

Mulher com cólica tem endometriose? MITO   

A maioria das mulheres tem cólicas, mas não necessariamente ela tem endometriose. A dica do especialista para descobrir se a dor está ligada à doença é “pela intensidade” da dor.

— A cólica menstrual da endometriose costuma ser forte, intensa. Normalmente, quando você pergunta de 0 a 10 a nota para cólica, elas [pacientes] dão nota 7. Por isso, não podemos pensar que algo está normal. Cerca de 90% das mulheres com endometriose tem cólica, que são intensas e progressivas.

Endometriose está ligado ao desenvolvimento de câncer de ovário? PARCIALMENTE VERDADE 

O risco até pode aumentar, mas é extremamente baixo.

Endometriose não tratada pode deixar a mulher infértil? VERDADE

Hoje, a principal causa de infertilidade feminina se chama endometriose, explica o especialista. De 50% a 70% das pacientes inférteis sofrem da doença, seja nas formas mais leves ou mais avançadas.

É causada pelo aumento do fluxo menstrual? PARCIALMENTE VERDADE 

Pode ser considerado fator predisponente, mas não é causada pelo aumento do fluxo, garante o médico.

Pacientes que tem obstrução ao fluxo menstrual tem mais risco de desenvolver endometriose, por exemplo, quem tem má-formação de vagina e útero em que o sangue tem dificuldade de escoar pela vagina desenvolve endometriose mais rápido.

Tratamento é feito apenas com remédio? MITO 

O remédio, na verdade, é utilizado para a dor. Nenhum medicamento trata a endometriose, apenas cirurgia, explica o médico.

Quem quer engravidar, por exemplo, não pode usar remédio. A cirurgia dá alívio permanente para a dor e aumenta a chance de gravidez. Para quem está com endometriose e sonha em engravidar, saiba que, um ou dois meses após a operação, já é possível engravidar.

Fonte: Direto da Redação com informações do R7

 

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *